Pular para o conteúdo

Explante

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:

Explante é o nome popular dado à cirurgia de retirada das próteses de silicone. Ela pode ser realizada por questões estéticas ou complicações relatadas pelas pacientes. Neste caso, sintomas relacionados ao cansaço, perda de cabelo, insônia e dor nas articulações podem indicar a síndrome asia, mas também são indícios presentes em outras doenças.

Sumário

Explante Mamário

Muitas mulheres, depois de algum tempo da realização da cirurgia de aumento das mamas, arrependem-se e acabam optando pelo explante. Consultas sobre este tema viraram tendência nos consultórios dos cirurgiões no último ano e a expectativa é que siga crescendo.

Um dos motivos do arrependimento é que a prótese de silicone não é eterna – e isso deve estar sempre claro para as pacientes. Depois de alguns anos, a recomendação é que elas sejam substituídas, embora não haja uma “data de validade”.

Via Dr. Fernando Amato (@meu.plastico.pro)

Atendimento:
Telefone: (11) 5053-2222
WhatsApp: (11) 94472-9599
Av. Brasil, 2283, Jardim América -São Paulo – SP

Perguntas sobre o explante:

O que é explante mamário?

É o nome dado para a cirurgia mamária de retirada dos implantes mamários de silicone (Próteses de Silicone), sem a troca por um novo implante.

Quais são as indicação de explante mamário?

A principal indicação que deve ser levada em consideração é o desejo da paciente, independente se é por questões estéticas ou reparadoras. Esse desejo servirá de guia para determinar as opções de reparação e reconstrução da mama. 

Sendo as principais indicações:

  • Contratura capsular
    • Evolução desfavorável da cápssula que se forma ao redor do implante mamário que pode ficar endurecida, deformar a mama e causar dor.
  • Ruptura da prótese
    • Situação rara, pode estar relacionada a traumas locais, ou micro traumas durante a colocação do implante.
  • Seroma (acúmulo de líquido ao redor dos implantes) tardio
    • Líquido inflamatório ao redor dos implantes que pode eestar relacionado a outras doenças como o Linfoma, e que necessita ser investigado e geralmente tem recorrência após a sua punção e esvaziamento.
  • Síndrome Schoenfeld / Autoimune Inflamatória induzida por adjuvantes (ASIA) 

    • Acompanha sinais e sintomas relacionados a doenças autoimunes como dor articular, dor nocorpo, boca seca, olho seco, alterações de memória, alterações no sono e perda de memória.
  • Linfoma Anaplásico de Células Gigantes
    • Situação  rara, com menos de 2000 casos relatados no mundo em que se  desenvolve um linfoma relacionado a cápsula que fica ao redor do silicone, que se apresenta inicialmente com um seroma
  • Carcinoma espinocelular
    • Situação extremamente rara que pode acometer a capsula do implante, com menos de 20 cassos descritos no mundo
  • Doença do silicone
    • Termo genérico e amplo que pode envolver todas complicações relacionadas a um implante de silicone ou estar relacionado ao extravassamento do silicone conhecido como “bleeding“, ou simplesmente ao contato do organismo com. material silicone.

Como é feita o explante (retirada da prótese de silicone)?

É um procedimento cirurgico, geralmente é feito com anestesia geral.

Pode ser realizado apenas a retirada do implante, mas, preferencialmente é realizada a retirada de toda cápsula que fica ao redor do implante, que pode ou não estar doente, ou seja, endurecida. 

A retirada do implante pode causar flacidez de pele com a perda do volume, dessa forma, é possível ressecar e reposicionar os tecidos locais, para um melhor contorno mamário.

É possível associar enxerto de gordura para repor um pouco do volume perdido. A gordura serve como um preenchedor local.

Como ficam as mamas após o explante?

Dependerá principalmente do volume remanescente de tecido mamário após a retirada do implante. Geralmente fica com uma flacidez de pele que necessita uma reconstrução para remodelamento, ressecção do excesso de pele e muitas vezes o reposicionamento da aréola.

Como funciona o enxerto de gordura?

É realizado uma lipoaspiração para a coleta de gordura. Existem inumeras técnicas para preparação e tratamento da gordura. Essa gordurada é utilizada para o enxerto, ou seja “preenchimento”, mamário.
É importante saber que a gordura não substitui um implante mamário em forma e consistência, e tem limitação no volume enxertaddo, podendo ser necessário mais de uma etapa cirúrgica.

Quais são os cuidados pós-operatórios do explante?

São semelhantes a outras cirurgias mamárias como a mamoplastia e a mastopexia, sendo mais comum o uso de drenos de sucção no pós operatório, mas sua indicação é de cada cirurgia e de cada cirurgião.
A retomada a atividade física é gradual e individualizada para cada paciente
Uso de cinta e sutien pós cirurgico geralmente é indicado.
medicações como analgésicos e antiinflamatórios são geralmente indicados.

 

Outras perguntas frequentes:

Apesar de não ter nenhum estudo conclusivo sobre o que já se sabe a respeito da doença do silicone – ou síndrome de ASIA? Do que se trata e o que é a doença?

    • A síndrome autoimune/inflamatória induzida por adjuvantes, conhecida por síndrome ASIA, refere-se a um conjunto de sinais  e sintomas  como dor articular, dor no corpo, cansaço, distúrbios no sono, perda de cabelo, entre outros, que pode  ter como gatilho para se desenvolver  a presença de prótese de silicone, assim como outros materiais e até mesmo vacinas.

Ao que ela está associada? Qual a causa da doença?

    • Está relacionada principalmente a materiais como implantes mamários de silicone, e até vacinas, mas podem estar relacionados a outros dispositivos médicos, e produtos terapéuticos que normalmente são considerados seguros.

Quais os sintomas da doença do silicone e como identificar?

    • Dor articular, dor no corpo, cansaço, distúrbios no sono, perda de cabelo, olho seco, boca seca e outros

Quais seriam os fatores de risco?

    • Fatores genéticos, familiares com antecedentes de doença inflamatória e autoimune.

Qual a relação da prótese de silicone com doenças reumáticas e dores crônicas?

    • Se os sintomas apareceram depois da colocação dos implantes mamários, deve ser avaliado pelo reumatologista se a doença não foi causada pelo implante mamário.

Por ser um estudo recente, já se sabe ao certo como é realizado o diagnóstico da doença?

    • O diagnóstico dessa síndrome consiste na presença desses sinais e sintomas que apareceram depois da colocação do implante mamário e silicone ou fez uso de algum outro dispositivo médico ou tratamento relacionado.

Já é possível apontar algum tratamento para a doença do silicone?

    • O tratamento com medicações podem contribuir para controlar os sintomas, o mas o tratamento definitivo consiste na retirada em bloco do implante de silicone com e toda sua capsula íntegra.

Todas as mulheres têm predisposição para ter a doença de silicone?

    • Possuir um implante de silicone já é um risco, independentemente se o implante é mamário ou que fique em algum outro local do corpo. Pessoas com antecedentes pessoais e familiares de doenças autoimunes (do sistema imunológico) possuem um risco aumentado.

Quais exames são necessários antes de realizar a prótese de silicone?

    • Não existe um exame específico no momento que aponte o risco aumentado de desenvolver  alguma doença relacionada ao silicone.  A rotina de exames  solicitada por muitos cirurgiões para quem vai realizar uma mamoplastia de aumento com silicone geralmente consiste em exames de mama (mamografia e ultrassom), exames de sangue (hemograma, coagulograma, função renal), teste de gravidez, exame de urina. Existem trabalhos científicos propondo a coleta de exames específicos para avaliar a atividade inflamatória e a presença de auto anticorpos, porém sem beneficios comprovados até o momento. E devemos lembrar que cada paciente pode possuir um histórico diferente de doenças  e poderá ser necessário algum exame específico e até a avaliação de um outro especialista .

Quais cuidados a mulher deve ter antes de optar pela prótese de silicone?

    • Informar se o cirurgião realmente é especialista  em Cirurgia Plástica, Informar  sobre todos os riscos do procedimento, entender onde ficará as cicatrizes,

Quais as contraindicações para o implante de silicone?

    • Não existe nenhuma contra indicação absoluta formal e cada caso deve ser estudado, mas existe uma contra indicação relativa em pacientes que já possuem doença auto imune e inflamatória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

nv-author-image

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826