Pular para o conteúdo

Entendendo a Ginecomastia e suas Principais Causas

Entendendo a Ginecomastia: Causas e Tratamento

A ginecomastia é uma condição que causa aumento das mamas em homens devido ao crescimento do tecido mamário. Embora possa ocorrer em qualquer idade, é mais comum durante a puberdade. Neste artigo, vamos explorar as principais causas da ginecomastia e discutir possíveis tratamentos.

Principais causas da ginecomastia:

Alterações metabólicas:

  • Desnutrição
  • Doenças hepáticas
  • Hipertireoidismo
  • Insuficiência renal

Obesidade:

O excesso de peso pode levar ao aumento das mamas em homens, uma vez que o tecido adiposo produz estrogênio, hormônio responsável pelo desenvolvimento das mamas.

Alterações na hipófise:

Com efeito, a hipófise é uma glândula que regula diversos hormônios no corpo. Ademais, é relevante frisar que seu mau funcionamento pode levar à ginecomastia.

Hipogonadismo:

O hipogonadismo, indubitavelmente, é uma condição na qual os testículos não produzem hormônios sexuais suficientes. Em decorrência disso, pode ocorrer um desequilíbrio hormonal, acarretando aumento das mamas.

Resistência a andrógenos:

Inegavelmente, a resistência a andrógenos é uma condição em que o corpo não responde adequadamente aos hormônios masculinos. Como consequência disso, pode ocorrer o aumento das mamas.

Anabolizantes:

É importante ressaltar que o uso de anabolizantes pode, efetivamente, desencadear a ginecomastia devido ao inevitável desequilíbrio hormonal que provoca.

Medicamentos:

Cabe destacar que alguns medicamentos, de fato, podem causar ginecomastia como um possível efeito colateral.

Drogas:

  • Maconha
  • Heroína
  • Álcool (alcoolismo)

Neoplasias (câncer):

Defeitos na síntese de testosterona

Síndrome de insensibilidade androgênica

Idiopática:

Na maioria dos casos, é fundamental mencionar que a causa da ginecomastia permanece desconhecida.

Tratamento da ginecomastia:

De fato, quando não se identifica uma causa tratável clinicamente e a ginecomastia persiste por mais de dois anos, é válido considerar que o tratamento cirúrgico pode ser indicado. Esse procedimento, por sua vez, pode envolver a remoção do excesso de tecido mamário. Além disso, em certos casos, também pode ser necessária a correção da pele e do mamilo.

LEIA  Um tema um pouco constrangedor para a população masculina é a ginecomastia.

Conclusão:

Em suma, a ginecomastia é uma condição complexa que pode ser causada por diversos fatores. Então, se você suspeita que está enfrentando essa condição, é importante consultar um médico para determinar a causa subjacente e discutir as opções de tratamento adequadas.

Marcações:

2 comentários em “Entendendo a Ginecomastia e suas Principais Causas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dr. Fernando Amato

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826