Pular para o conteúdo

Ritidoplastia

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:

Tudo o que alguém que vai fazer uma ritidoplastia precisa saber!

Sumário

Informações Gerais sobre Ritidoplastia (Lifting facial)

A ritidoplastia, também conhecida como lifting facial, é um procedimento cirúrgico destinado a reduzir sinais visíveis de envelhecimento na face e no pescoço. Portanto, o objetivo é remover o excesso de pele, apertar os tecidos subjacentes e a musculatura, e redefinir o contorno facial para um aspecto mais jovem e descansado.

Procedimentos Associados: Frequentemente, a ritidoplastia pode ser realizada em conjunto com outras cirurgias, como a blefaroplastia (cirurgia das pálpebras), lipoaspiração no contorno da mandíbula e pescoço, ou procedimentos de resurfacing da pele para melhorar a textura e a tonalidade.

Nomenclatura:

Objetivo: Então, a ritidoplastia, também conhecida como lifting facial, é um procedimento cirúrgico com o principal objetivo de rejuvenescimento facial. Assim, visa melhorar as rugas faciais, basicamente através do reposicionamento das estruturas faciais e da tração da pele facial, para conferir uma aparência mais jovem e revitalizada ao paciente.

Indicações: Este procedimento é indicado para pacientes que apresentam:

  • Rugas faciais e profundas;
  • Perda do contorno facial e mandibular;
  • Diminuição do volume facial;
  • Flacidez da pele;
  • Presença de “papada” ou bandas platismais.

Técnica Cirúrgica: 

Contudo, a ritidoplastia envolve incisões geralmente ao redor da orelha (periauricular), podendo se estender para o couro cabeludo ou para a região atrás da orelha (retroauricular), e, em alguns casos, acesso submentoniano para tratamento da região cervical. Assim, o procedimento pode ser complementado com:

  • Endoscopia do terço superior (testa) e terço médio da face;
  • Variações no manejo do SMAS, podendo ser superficial (com plicatura), abaixo do SMAS (High SMAS), ou mais profundo ao SMAS (Deep Plane), técnicas ajustadas de acordo com cada caso;
  • Associação com técnicas de blefaroplastia e suspensão de sobrancelha (utilizando métodos como GBL, Castanhares, Coronal, temporal, fios de sustentação, endoscópico, etc.);
  • Suspensão de lábio (Lip Lifting) ou enxerto de gordura;
  • Uso de drenos pós-operatórios ou redes hemostáticas;
  • Ressecção de gordura profunda e da glândula submandibular no pescoço (Deep neck).

Anestesia: A cirurgia é geralmente realizada sob anestesia local com sedação ou anestesia geral, dependendo da extensão do procedimento e da preferência do anestesista e do cirurgião.

Duração da Cirurgia: 

A duração média da ritidoplastia varia de 3 a 8 horas, dependendo da complexidade e da combinação com outros procedimentos.

Recuperação: 

A recuperação completa varia de 3 a 6 semanas, com a orientação de evitar atividades físicas intensas, como corrida ou agachamento, por pelo menos 8 semanas para assegurar uma cicatrização adequada e evitar complicações.

Benefícios e Objetivos: 

Então, a ritidoplastia proporciona uma melhoria significativa na aparência facial, reduzindo rugas, melhorando o contorno facial e mandibular, e combatendo a flacidez da pele. Os resultados visam não apenas aprimorar a estética facial, mas também melhorar a autoestima e o bem-estar emocional dos pacientes, com expectativas realistas quanto aos resultados sendo essenciais para a satisfação com o procedimento.

Expectativas Realistas: 

É fundamental que os pacientes tenham expectativas realistas quanto aos resultados da cirurgia. A ritidoplastia pode proporcionar melhorias significativas na aparência, mas não irá alterar fundamentalmente a identidade facial do paciente ou parar o processo de envelhecimento.

Riscos e Complicações da Ritidoplastia

Mais Comuns à Maioria das Cirurgias:

  • HematomaAcúmulo de sangue sob a pele que pode necessitar de drenagem cirúrgica.
  • Infecção: Risco que pode ser minimizado com o uso de antibióticos e técnicas assépticas rigorosas.
  • Reações Adversas à Anestesia: Incluem alergias, problemas respiratórios, e reações adversas a medicamentos, que são raras mas podem ocorrer.
  • Cicatrização Anormal: Pode incluir cicatrizes hipertróficas ou queloides, dependendo da predisposição do paciente.
  • Sangramento Excessivo: Embora raro, pode acontecer durante ou após a cirurgia, possivelmente necessitando de intervenção adicional.
LEIA  Cirurgia de Enxaqueca: Uma Nova Esperança

Riscos Específicos do Procedimento:

  • Lesão Nervosa: Risco de lesão temporária ou permanente nos nervos faciais, afetando a mobilidade muscular e a sensação.
  • Assimetria: Diferenças leves entre os lados da face podem ocorrer, embora o cirurgião se esforce para garantir a simetria.
  • Necrose da Pele: Risco aumentado em pacientes fumantes devido à má circulação sanguínea, podendo afetar a cicatrização.
  • Insatisfação com os Resultados Estéticos: Embora a maioria dos pacientes fique satisfeita, alguns podem ter expectativas não atendidas.

Complicações a Longo Prazo:

  • Alterações na sensibilidade da pele: Mudanças na sensação da pele, geralmente temporárias, podem persistir por um período mais longo.
  • Perda de contorno: Alterações no contorno facial podem ocorrer ao longo do tempo devido ao envelhecimento natural ou perda de peso.

Medidas Preventivas:

  • Escolha de um Cirurgião Qualificado: Selecionar um cirurgião plástico experiente e certificado reduz significativamente os riscos associados.
  • Cuidados Pré e Pós-operatórios Adequados: Seguir rigorosamente as instruções do cirurgião sobre cuidados antes e depois da cirurgia para minimizar o risco de complicações.

LEIA Recuperação Pós-Cirúrgica: A Terapia de Resfriamento Controlado

  • Comunicação Clara de Expectativas: Discutir abertamente com o cirurgião as expectativas e possíveis resultados para garantir uma compreensão realista do que pode ser alcançado.

A compreensão desses riscos é essencial para tomar uma decisão informada sobre a realização de uma ritidoplastia. Contudo, é importante discutir quaisquer preocupações ou questões específicas com seu cirurgião plástico.

Orientações Pré-operatórias

A preparação para a ritidoplastia envolve uma série de etapas para garantir uma cirurgia segura e resultados eficazes. Portanto, aqui estão as orientações pré-operatórias recomendadas:

Consultas Pré-operatórias:

  • Avaliação Médica: Realizar uma avaliação completa com o cirurgião plástico, incluindo histórico médico, para discutir expectativas, preocupações e o plano cirúrgico detalhado.
  • Instruções Específicas: O cirurgião fornecerá instruções sobre o que fazer e o que evitar antes da cirurgia, como medicações, suplementos e hábitos de vida.

Exames:

  • Exames de sangue e outros testes diagnósticos podem ser solicitados para avaliar o estado de saúde geral e identificar qualquer condição que possa complicar o procedimento ou a recuperação. (Traga no dia da cirurgia os exames mais recentes)

Medicações:

  • Informe ao seu cirurgião sobre todos os medicamentos, vitaminas e suplementos que está tomando.
  • Pode ser necessário ajustar ou suspender o uso de certos medicamentos antes da cirurgia, especialmente aqueles que podem aumentar o risco de sangramento.

Abstinência de Tabaco e Álcool:

  • É crucial parar de fumar pelo menos 4 a 6 semanas antes e após a cirurgia, pois o tabagismo pode aumentar significativamente o risco de complicações e atrasar a cicatrização.
  • O consumo de álcool também deve ser limitado ou evitado antes da cirurgia para otimizar a recuperação.

Dia da Cirurgia:

  • Jejum: Geralmente, é necessário jejum de 8 a 12 horas antes da hora agendada para a cirurgia.
  • Vestuário: Use roupas confortáveis e fáceis de vestir ou tirar no dia da cirurgia.

Maquiagem e Acessórios:

  • Chegue ao hospital ou clínica sem maquiagem, jóias ou acessórios de cabelo. Unhas devem estar limpas e sem esmalte.

Acompanhante:

  • Organize para que um amigo ou familiar o acompanhe para casa após a cirurgia, pois você não estará em condições de dirigir.

Cuidados com a Pele:

  • Siga as instruções específicas do seu cirurgião sobre a limpeza da pele antes do procedimento para reduzir o risco de infecção.

Estado Emocional:

  • Estar mentalmente preparado para a cirurgia é tão importante quanto estar fisicamente preparado. Discuta quaisquer ansiedades ou preocupações com seu cirurgião.

Seguir estas orientações pré-operatórias pode ajudar a garantir um procedimento mais seguro e uma recuperação mais rápida e eficaz. Então, se tiver dúvidas ou necessitar de esclarecimentos adicionais, não hesite em contatar seu cirurgião.

Orientações Pós-operatórias para Ritidoplastia

A recuperação após a ritidoplastia requer atenção e cuidados específicos para garantir uma cicatrização adequada e resultados satisfatórios. Assim, aqui estão algumas recomendações gerais para o período pós-operatório:

Curativo:

  • Após a cirurgia, será aplicado um curativo ao redor do rosto para minimizar o inchaço e os hematomas. Portanto, siga as instruções do seu cirurgião sobre como cuidar deste curativo e quando ele será removido.

Cuidados com a Cicatriz:

  • Seu cirurgião fornecerá orientações sobre como cuidar das incisões para promover a cicatrização e reduzir a visibilidade das cicatrizes. Então, isso pode incluir o uso de pomadas, realização de limpeza suave e exposição limitada ao sol.

Movimentação:

  • É recomendado realizar caminhadas leves dentro de casa desde o primeiro dia após a cirurgia para promover a circulação sanguínea, mas evite atividades físicas intensas ou que aumentem a pressão sanguínea por pelo menos 4 a 6 semanas.

Dirigir:

  • Você deve evitar dirigir enquanto estiver tomando medicamentos que causam sonolência ou até que tenha total mobilidade e conforto, o que pode levar vários dias.

Tomar banho:

  • Siga as instruções específicas do seu cirurgião sobre quando é seguro tomar banho ou lavar o rosto e o cabelo após a cirurgia.

Vestuário:

  • Use roupas que abotoam ou fecham na frente para evitar a necessidade de puxá-las pela cabeça enquanto estiver se recuperando.
LEIA  5 Técnicas Populares de Injeção para Aumento Labial

Alimentação:

  • Prefira uma alimentação saudável e rica em nutrientes que possam ajudar no processo de cicatrização. Manter-se hidratado também é crucial.

Medicações:

  • Tome todos os medicamentos prescritos pelo seu cirurgião, incluindo antibióticos e analgésicos, conforme orientado.

LEIA Otoplastia: cirurgia plástica ou estética das orelhas

Sinais de Alerta:

  • Esteja atento a sinais de complicações, como aumento da dor, vermelhidão, febre, secreção nas incisões ou qualquer outro sintoma incomum, e informe seu cirurgião imediatamente.

Retorno ao Médico:

  • Compareça a todas as consultas de acompanhamento agendadas para que seu progresso possa ser monitorado e quaisquer ajustes no plano de cuidados pós-operatórios possam ser feitos.

Recomendações Físicas Específicas Após Ritidoplastia:

  • Primeira Semana: Descanse bastante e mantenha a cabeça elevada para reduzir o inchaço. Evite movimentos faciais excessivos.
  • Segunda Semana: Pode ser possível retomar atividades leves e trabalho, desde que não exijam esforço físico.
  • Terceira e Quarta Semana: Aumente gradualmente as atividades diárias, evitando ainda esforços intensos.
  • Após um Mês: A maioria das atividades normais, incluindo exercícios leves, pode ser retomada, seguindo sempre a orientação do seu cirurgião.

Contudo, cada pessoa recupera-se em seu próprio ritmo, e é importante seguir as orientações específicas fornecidas pelo seu cirurgião plástico. Portanto, a paciência e o cuidado adequado durante o processo de recuperação são essenciais para alcançar os melhores resultados possíveis.

Recomendações Físicas

Após uma ritidoplastia, adotar certas recomendações físicas é crucial para garantir uma recuperação suave e eficaz, e maximizar os resultados da cirurgia. Aqui estão algumas diretrizes específicas:

Imediatamente Após a Cirurgia:

  • Repouso: Mantenha repouso com a cabeça elevada por almofadas para reduzir o inchaço e os hematomas.
  • Frio Local: Aplicar compressas frias (não diretamente sobre a pele) pode ajudar a minimizar o inchaço e o desconforto nas primeiras 48 horas.

Primeiras Semanas:

  • Atividades Leves: Inicie caminhadas leves dentro de casa para promover a circulação sanguínea. Então, evite esforços físicos intensos, atividades que aumentem a pressão arterial ou qualquer exercício que possa estressar as incisões.
  • Exposição Solar: Evite exposição direta ao sol nas primeiras semanas. Use proteção solar adequada (FPS 30 ou superior) se precisar sair ao sol, após a aprovação do seu cirurgião.

Após 4-6 Semanas:

  • Retorno Gradual às Atividades Físicas: Você pode gradualmente retomar atividades físicas mais intensas, conforme orientado pelo seu cirurgião. Isso deve ser feito progressivamente para evitar qualquer complicação.

Cuidados a Longo Prazo:

  • Proteção Solar: A proteção solar contínua é vital para evitar danos à pele sensibilizada e para prevenir a formação de cicatrizes hiperpigmentadas.
  • Cuidados com a Pele: Siga um regime de cuidados com a pele recomendado pelo seu cirurgião ou dermatologista para manter os resultados da sua ritidoplastia e a saúde geral da sua pele.

Observações Importantes:

  • As recomendações específicas podem variar dependendo das técnicas cirúrgicas utilizadas e da resposta individual do paciente à cirurgia.
  • É crucial seguir as orientações do seu cirurgião plástico em todas as etapas da recuperação para garantir os melhores resultados possíveis e minimizar o risco de complicações.

A adesão a estas recomendações físicas após uma ritidoplastia é uma parte fundamental do processo de recuperação e desempenha um papel significativo na otimização dos resultados estéticos.

Acompanhamento Psicológico

A cirurgia estética, como a ritidoplastia, não apenas envolve uma recuperação física, mas também pode ter um impacto significativo no bem-estar emocional e psicológico do paciente. Portanto, o acompanhamento psicológico é uma parte importante do processo de recuperação e pode ajudar os pacientes a ajustar suas expectativas e lidar com as mudanças em sua aparência.

Importância do Acompanhamento Psicológico:

  • Ajuste de Expectativas: Auxilia os pacientes a terem expectativas realistas sobre os resultados da cirurgia, ajudando a evitar decepções ou insatisfações.
  • Suporte Emocional: Fornece um espaço seguro para discutir quaisquer ansiedades, medos ou preocupações relacionadas à cirurgia e à recuperação.
  • Adaptação às Mudanças: Ajuda os pacientes a se adaptarem às mudanças em sua aparência e a reforçar sua autoimagem e autoestima após a cirurgia.
  • Gestão de Stress: Oferece estratégias para lidar com o estresse e a ansiedade durante o processo de recuperação.

Quando Procurar Acompanhamento Psicológico:

  • Antes da Cirurgia: Para ajudar a estabelecer expectativas realistas e preparar emocionalmente para a mudança.
  • Durante a Recuperação: Se houver dificuldades emocionais ou insatisfação com os resultados iniciais devido ao inchaço e à cicatrização.
  • Após a Recuperação: Caso persistam questões de autoimagem ou ajustes emocionais relacionados aos resultados finais da cirurgia.

Como o Acompanhamento Psicológico Pode Ajudar:

  • Educação: Informar sobre o processo de recuperação e o tempo necessário para ver os resultados finais.
  • Desenvolvimento de Estratégias de Coping: Ensinar técnicas para gerenciar emoções e estresse relacionados à cirurgia e recuperação.
  • Suporte Contínuo: Oferecer suporte contínuo para questões de autoestima e ajustes à nova imagem corporal.

LEIA Como é a recuperação na blefaroplastia? Um olhar detalhado sobre o pós-operatório

LEIA  Comparação entre Morpheus Body e Morpheus 3D

Recomendações:

  • Procure Profissionais Qualificados: Busque um psicólogo ou um terapeuta com experiência em acompanhamento de pacientes que passaram por cirurgias estéticas.
  • Comunique-se com Sua Equipe Médica: Mantenha sua equipe médica informada sobre sua saúde emocional e psicológica.
  • Participe de Grupos de Apoio: Considere participar de grupos de apoio para compartilhar experiências e receber suporte de pessoas que passaram por procedimentos similares.

O acompanhamento psicológico é um recurso valioso que pode melhorar significativamente a experiência de recuperação e os resultados a longo prazo para pacientes de ritidoplastia, assegurando que tanto a saúde física quanto a emocional sejam cuidadas.

Resultados a Longo Prazo

Os resultados da ritidoplastia são projetados para ser duradouros, proporcionando uma aparência mais jovem e revitalizada. Contudo, é importante entender que o processo de envelhecimento continua e pode influenciar os resultados a longo prazo. Contudo, aqui estão alguns pontos chave sobre os resultados a longo prazo e como mantê-los:

Durabilidade dos Resultados:

  • Os resultados da ritidoplastia podem variar significativamente entre os pacientes, mas geralmente são duradouros. A maioria dos pacientes pode esperar manter os resultados por muitos anos após a cirurgia.
  • Fatores individuais como a genética, a qualidade da pele, e o estilo de vida podem influenciar a longevidade dos resultados.

Manutenção dos Resultados:

  • Proteção Solar: A exposição prolongada ao sol pode acelerar o envelhecimento da pele. Usar proteção solar diariamente é essencial para preservar os resultados.
  • Cuidados com a Pele: Manter uma rotina de cuidados com a pele, incluindo hidratação e tratamentos recomendados por um dermatologista, pode ajudar a manter a pele saudável e prolongar os efeitos da cirurgia.
  • Estilo de Vida Saudável: Uma dieta balanceada, hidratação adequada, evitar o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, e exercícios regulares contribuem para a saúde geral da pele e podem impactar positivamente a duração dos resultados.
  • Tratamentos Complementares: Tratamentos não cirúrgicos, como preenchimentos, Botox, e terapias a laser, podem ser utilizados para manter ou realçar os resultados da ritidoplastia.

Considerações Futuras:

  • Embora os resultados sejam duradouros, alterações na pele e estruturas faciais devido ao envelhecimento natural podem eventualmente alterar a aparência obtida com a cirurgia.
  • Em alguns casos, os pacientes podem optar por procedimentos adicionais anos mais tarde para ajustar ou atualizar os resultados.

Comunicação com Seu Cirurgião:

  • É importante manter um relacionamento contínuo com seu cirurgião plástico e realizar consultas de acompanhamento conforme recomendado. Essas consultas são oportunidades para discutir a saúde da sua pele, possíveis preocupações, e opções para manter ou melhorar os resultados ao longo do tempo.

Entender e seguir as recomendações para cuidados a longo prazo é crucial para maximizar a durabilidade dos resultados da ritidoplastia. Assim, a manutenção de um estilo de vida saudável e cuidados consistentes com a pele são fundamentais para preservar sua nova aparência.

Perguntas Frequentes (FAQs)

1. Quanto tempo dura a recuperação da ritidoplastia?

A recuperação varia entre os pacientes, mas muitos podem retomar suas atividades normais dentro de 2 a 3 semanas. O inchaço e os hematomas diminuem significativamente nas primeiras semanas, mas a aparência final pode levar vários meses para se estabilizar completamente.

2. A ritidoplastia é dolorosa?

Os pacientes podem experimentar desconforto, principalmente nos primeiros dias após a cirurgia. A dor pode ser bem controlada com medicamentos prescritos pelo cirurgião.

3. Quais são os riscos da ritidoplastia?

Como em qualquer cirurgia, existem riscos, incluindo, mas não limitado a, infecção, hematoma, lesões nervosas, assimetria e insatisfação com os resultados estéticos. Discutir abertamente os riscos com o seu cirurgião pode ajudar a entender e minimizar essas possibilidades.

4. Quando verei os resultados finais da minha ritidoplastia?

Embora os resultados iniciais sejam visíveis logo após a diminuição do inchaço e dos hematomas, os resultados finais podem levar até um ano para se tornarem completamente aparentes à medida que a pele se ajusta e os tecidos cicatrizam.

5. A ritidoplastia deixa cicatrizes visíveis?

O cirurgião plástico se esforçará para fazer as incisões em áreas discretas, como ao longo da linha do cabelo e ao redor das orelhas, para minimizar a visibilidade das cicatrizes. Contudo, com o tempo, as cicatrizes tendem a se tornar menos notáveis.

6. Posso combinar a ritidoplastia com outros procedimentos?

Sim, é comum combinar a ritidoplastia com outros procedimentos, como blefaroplastia (cirurgia das pálpebras), lipoaspiração no contorno do pescoço ou resurfacing da pele, para alcançar uma rejuvenescimento facial mais completo.

7. Como posso garantir os melhores resultados?

Escolher um cirurgião plástico qualificado e experiente, seguir todas as instruções pré e pós-operatórias e manter um estilo de vida saudável são essenciais para garantir os melhores resultados possíveis.

8. A ritidoplastia é adequada para mim?

A decisão de realizar uma ritidoplastia deve ser tomada após uma consulta detalhada com um cirurgião plástico certificado, que avaliará suas necessidades individuais, expectativas e condições de saúde para determinar se este é o procedimento mais adequado para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dr. Fernando Amato

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826