Pular para o conteúdo

Quando se retira muita pele na cirurgia, pode ser necessária a mobilização de tecidos de outras regiões do corpo – os ch…

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:

Quando se retira muita pele na cirurgia, pode ser necessária a mobilização de tecidos de outras regiões do corpo – os chamados retalhos. Um dos mais comuns na reconstrução mamária é feito com o músculo latíssimo do dorso (ou grande dorsal), com uma ilha de pele.

Outro retalho muito conhecido e utilizado é o TRAM, que é baseado no músculo reto abdominal, e possui um resultado semelhante a uma abdominoplastia. Neste caso, marca-se o excesso de pele abdominal inferior (entre o púbis e a cicatriz umbilical) que será transposto à região da mama junto do músculo reto abdominal.

Além disso, existem outras técnicas mais refinadas de reconstrução de mama. O preenchimento com gordura da própria paciente (lipoenxertia) proporciona um aspecto mais natural na mama reconstruída, preenche sulcos na axila e melhora o volume da mama e o aspecto da pele após radioterapia.
#cirurgiaplastica #cirurgiãoplastico #saude #beleza #autoestima #bemestar #câncerdemama #outubrorosa #reconstruçãodamama

LEIA  Sabe aquela gordurinha localizada na região dos pelos pubianos – conhecida como monte de vênus? 🤔 Ela é razão de incô...
Dr. Fernando Amato

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826