Pular para o conteúdo

Enxerto de Gordura para Reconstruir Mamas

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:

Enxerto de Gordura na Cirurgia Plástica: Uma Alternativa Natural para Reconstrução e Aumento Mamário

A cirurgia plástica evoluiu significativamente ao longo das últimas décadas, com técnicas cada vez mais aprimoradas que garantem resultados naturais e minimizam os riscos para os pacientes. Uma dessas técnicas em destaque é o enxerto de gordura, uma alternativa que utiliza o tecido adiposo da própria paciente para aprimorar ou reconstruir áreas específicas do corpo, como as mamas.

O que é o Enxerto de Gordura?

O enxerto de gordura, também conhecido como lipofilling ou lipoenxertia, é uma técnica que envolve a transferência de gordura de uma parte do corpo da paciente para outra. Tradicionalmente associada ao preenchimento facial, esta técnica tem se mostrado extremamente versátil, sendo usada também na reconstrução e aumento mamário.

Como Funciona o Enxerto Mamário?

A popularidade das próteses de silicone é inegável. No entanto, para muitas mulheres que buscam um resultado mais natural ou que desejam corrigir deformidades de contorno, o enxerto de gordura se apresenta como uma solução viável e promissora. A técnica consiste em retirar a gordura, geralmente do abdômen ou coxas da paciente, através de lipoaspiração. Posteriormente, essa gordura é processada e reinjetada nas mamas.

O procedimento é considerado ideal para preencher áreas específicas, especialmente em pacientes que passaram por cirurgias como quadrantectomia ou mastectomia. Além disso, em reconstruções com implantes de silicone, a técnica de enxerto pode ser utilizada para refinar o contorno da mama e garantir uma cobertura mais uniforme do silicone, proporcionando um resultado mais harmonioso e natural.

Benefícios e Propriedades Regenerativas da Gordura Enxertada

Conforme informações da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a técnica do enxerto de gordura vai além de simplesmente adicionar ou redistribuir volume. As células-tronco presentes na gordura têm propriedades que promovem a regeneração do tecido. Isto é particularmente benéfico em áreas que foram submetidas à radiação ou que apresentam fibrose.

LEIA  Mommy makeover

Além de restabelecer o volume mamário, há evidências que comprovam a capacidade do enxerto de gordura de melhorar a qualidade dos tecidos adjacentes. A rica presença de células-tronco na gordura utilizada pode restabelecer a vascularização e funcionalidade da área, tornando os tecidos mais saudáveis e resilientes.

Conclusão

O enxerto de gordura representa uma técnica inovadora no campo da cirurgia plástica, oferecendo uma alternativa natural e personalizada para mulheres que desejam reconstruir ou aprimorar suas mamas. Além de seus benefícios estéticos, as propriedades regenerativas do tecido adiposo tornam este procedimento uma opção valiosa, especialmente para aquelas que enfrentaram desafios como o câncer de mama. Como sempre, é fundamental que os pacientes busquem orientação com cirurgiões plásticos qualificados e membros da SBCP para entender as opções disponíveis e tomar decisões informadas sobre seus cuidados.

Dr. Fernando Amato

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826