Pular para o conteúdo

Continuando nossa série especial sobre deformidades mamárias, hoje vou falar sobre mama tuberosa – variante do desenvolv…

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:
Continuando nossa série especial sobre deformidades mamárias, hoje vou falar sobre mama tuberosa – variante do desenvolvimento mamário, quando a base da mama é limitada e a aréola e o mamilo estão superdesenvolvidos.

Trata-se de uma alteração congênita da mama, pode estar relacionada a um histórico familiar, ou seja: uma predisposição genética. A mama, geralmente, fica com um formato cilíndrico. O tratamento varia de acordo com a forma e o volume da mama.

Cada caso deve ser avaliado para que a melhor solução seja indicada: pode ser feito enxerto de gordura, mamoplastia e mastopexia com ou sem a colocação de prótese de silicone, sendo a cirurgia híbrida mastopexia periareolar com prótese associado ao enxerto de gordura, uma excelente abordagem para uma parcela dos casos.

Como nos casos de mama tuberosa a aréola está alargada, também é possível fazer a sua redução e é muito importante tratar o anel fibrótico, liberando as fibroses.

#cirurgiaplastica #cirurgiãoplastico #saude #beleza #autoestima #bemestar #deformidadenasmamas #mamatuberosa #autoestima

nv-author-image

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826