Ritidoplastia (Lifting facial)

A gravidade, a exposição ao sol e as tensões da vida cotidiana podem prejudicar nossa face. Rugas profundas aparecem ao lado da boca, prede-se o contorno da mandíbula; e o pescoço desenvolve dobras soltas com depósitos de gordura. Os tratamentos faciais neutralizam esses sinais de envelhecimento, endurecendo os músculos, removendo a gordura e aparando o excesso de pele, dando ao seu rosto uma aparência mais jovem. Após a cirurgia, alguns pacientes podem parecer 10 a 15 anos mais jovens.

Ritidoplastia

A Ritidoplastia (Lifting facial) é uma cirurgia realizada para tratar principalmente a flacidez cutânea em face, melhorando o contorno, diminuindo as rugas, e reposicionando tecido para harmonização da face.

Existem diversas técnicas e suas indicações variam conforme cada paciente. O minilifting, amplamente divulgado, é uma variante da ritidoplastia, com a mesma finalidade, porém com menor área tratada cirurgicamente.

Pode estar associada a outros procedimentos complementares na face como:

  • Blefaroplastia superior e inferior
  • Llfting frontal
  • Rinoplastia
  • Lipoaspiração de mento
  • Prótese de mento
  • Cervicoplastia
  • Dermoabrasão
  • Peeling
  • Laser
  • Lóbuloplastia
  • Lipoenxertia

Entre outros procedimentos.

É uma cirurgia ESTÉTICA na maioria dos casos com a finalidade de REJUVENECIMENTO. Considerada RECONSTRUTORA em pacientes com paralisia facial, e em doenças do colágeno como a Cutis Laxa.

Cicatrizes: A cicatriz final fica ao redor da orelha (pré e retro auricular), podendo se extenter para couro cabeludo.

Anestesia: A anestesia pode ser geral na maioria dos casos e para conforto do paciente, ou local com sedação em casos em que a area tratada é menor.

Internação: Pode ser realizado em regime Hospital-Dia com alta no mesmo dia, sendo preferível a alta no dia seguinte para observação do paciente e a alta somente se estiver em condições.

Pós-Operatório / Recuperação:  Normalmente o paciente pode voltar as atividades em 2 a 3 semanas. Pode ser necessário uso de drenos nos primeiros dias.

Intercorrências: A cicatriz pode ficar alargada. Roxos e equimose

Perguntas gerais

O que um facelift pode fazer por mim?

O lifting facial, tecnicamente conhecidos como ritidectomia (remoção de rugas), rejuvenescem o rosto e pescoço medianos e inferiores. A ritidoplastia é mais eficaz para pacientes que querem corrigir:

  • Flacidez de terço médio da face
  • Dobras profundas entre o nariz e a boca (sulco nasolabial)
  • Perda de contorno na mandíbula
  • Papada
  • Pele solta e gordura sob o queixo e mandíbula

O que a ritidoplastia não irá corrigir?

A ritidoplastia pode produzir uma melhoria dramática em sua aparência com os problemas mencionados acima. No entanto, não param o processo de envelhecimento e sinais de envelhecimento irão gradualmente aparecer mais uma vez. O lifting facial não rejuvenesce a sobrancelha, as pálpebras, o nariz e parte intermediária da face. Os pacientes que desejam melhorar essas áreas podem considerar a combinação de um lifting facial com uma suspensão das sobrancelhas (brown lifting) ou cirurgia de pálpebras (blefaroplastia). Preenchimento com ácido hialurônico, implantes faciais e resurfacing da pele (peeling, dermoabrasão e CO2) também podem melhorar os efeitos de um facelift.

Eu sou um bom candidato para um facelift?

Os melhores candidatos para ritidoplastia:

  • Deseja melhorar um ou mais dos sinais de envelhecimento como indicado acima.
  • Homens ou mulheres cujos rostos sofrem o efeito da gravidade, mas cuja pele ainda tem alguma elasticidade.
  • Geralmente saudável
  • Tem uma expectativa real

Como é realizada a ritidoplastia?

Facelifts são tipicamente procedimentos ambulatoriais e podem ser realizados em instalações, centros cirúrgicos ou hospitais. Os pacientes podem ter uma escolha de sedação IV ou anestesia geral. O procedimento demora cerca de duas horas. A maneira como o lifting é realizado varia de acordo com o cirurgião, a estrutura facial do paciente e a extensão desejada. As técnicas de incisão mais comuns são:

Ritidoplastia/Facelift tradicional: Para rejuvenescer o rosto, bochechas e pescoço, incluindo esculpir gordura, elevar e reposicionar tecidos musculares e profundos, aparar e retocar a pele. A incisão começa na região temporal e desce até a frente da orelha, ao redor do lóbulo da orelha, e atrás da orelha até a parte inferior do couro cabeludo na linha do cabelo. Às vezes, outra incisão é feita sob o queixo (mento).

Minilifting: Para rejuvenescimento limitado em torno dos olhos e boca, incluindo dobras nasolabiais e outros vincos profundos. Incisões curtas são feitas na região temporal e ao redor da orelha.

O que é a recuperação de um facelift como?

Provavelmente sairá com um enfaixamento ao redor do rosto, tipo capacete, e com drenos de sucção.

No início, você pode sentir inchaço, dormência, hematomas e uma sensação de aperto ou tensão no rosto e pescoço. Seu rosto pode parecer irregular ou distorcido e seus músculos faciais podem ficar rígidos. A maioria destes geralmente desaparece dentro de 3 a 6 semanas e a sensação tipicamente retorna ao normal dentro de alguns meses. Com o tempo, as cicatrizes ficam menos avermelhadas, aumentadas, irregulares ou com coceira.

Muitos pacientes retornam ao trabalho na terceira semana. Maquiagem pode ser usados ​​para minimizar a aparência de “roxos”na pele. Você deve ter cuidado com sua pele e cabelo enquanto se recupera. Os homens podem precisar depilar-se atrás do pescoço e das orelhas, onde as áreas de pele em crescimento de barba se moveram.

fonte:

Home