Pular para o conteúdo

Botox causa inchaço no rosto?

  • Autor: Fernando Amato ,
  • publicado em:
Toxina botulínica, a substância que ficou famosa por ®Botox, não causa inchaço. A toxina atua inibindo a contração dos músculos. Essa inibição ocorre já nos primeiros dias, mas, com o tempo, o efeito vai passando. O ®Botox pode durar até seis meses e pode ser usado em pessoas mais jovens.
Ácido hialurônico, por exemplo, também muito utilizado nos tratamentos estéticos faciais, é muito seguro, mas pode ter eventos adversos, como inchaço, edema prolongado, e até infecção. Também existem complicações graves relacionadas à técnica de aplicação, causando obstrução em vasos e evoluindo com necrose de pele. Por isso, a importância em realizar esses procedimentos com médicos especialistas e habilitados.Mas existem outros produtos que são usados no rosto, porém, não têm indicação estética, como é o caso do PMMA, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para o tratamento de lipodistrofia em paciente com HIV. Há casos também de uso do silicone líquido industrial, que é proibido para uso médico por oferecer diversos riscos à saúde. Esses tipos de preenchedores não são absorvíveis e são eles que podem trazer complicações, deformidades e infecções graves.

Nesse vídeo o Dr. Fernando Amato @Dr Fernando Amato , Cirurgião Plástico do Instituto Amato, vai falar sobre: Harmonização facial, desarmonização facial, ou demonização facial os riscos de fazer esse procedimento com qualquer um e prejudicar a sua saúde! Um tema polêmico que vale a pena a discussão

Harmonização facial é um
termo muito utilizado

ultimamente para procedimentos
na face, para harmonizar a face.

Mas será que a gente não,

às vezes, a gente se assusta
com a harmonização facial,

porque a gente tem visto
alguns pacientes que não têm tido,

não estão fazendo bem
uma harmonização facial.

Às vezes, a gente até brinca
que é uma vez a desharmonização facial

ou até mesmo uma demonização facial.

Eu estou falando isso,

trazendo esse assunto,
porque muitas pacientes procuram

o procedimento de harmonização facial.

E acabam não entendendo
o conceito de uma harmonia facial.

Bom, na face,

a gente tem pálpebras, tem nariz,
tem orelha, tem o formato do rosto,

tem a implantação capilar,
tem uma posição da sobrancelha,

tem muita coisa no rosto que contribui
para uma harmonização facial.

Até mesmo os dentes, um sorriso completo,
com todos os dentes, com os dentes

claros.

Esse clareamento dentário,

então, tudo isso influencia.
E é o que é harmônico?

O que é harmônico? O harmônico
vai ser aquilo que é mais simétrico.

As pessoas procuram deixar um
lado mais parecido com o outro lado,

e com uma aparência mais aceita
na sociedade, que apareça melhor

talvez nos celulares, nos filtros,
não precisam usar tanto

filtro celular para tirar foto,

fazer selfie, postar no Instagram,
postar no Snapchat e TikTok.

Então tem todas essas mídias,

às vezes, interfere muito nessa parte,

afeta os pacientes, que é a
harmonização facial.

Bom, quem busca

uma harmonização facial tem que saber
que não é só um preenchimento

de ácido hialurônico.

Então, a gente usa sim, o preenchimento,

o material mais comum
é o ácido hialurônico,

que ele proporciona volumes
em algumas regiões do corpo,

principalmente da face.

E ele é absorvível,

tem muita gente que reclama de
ele ser absorvível porque não dura, mas

é o fato de ele ser absorvível,
dá mais segurança.

Tem mais chance de se alguém
à mão, com tempo, melhorar.

É claro que existem situações
que até esse ácido hialurônico

demora muito tempo para absorver,
e sim, ele tem complicações.

Ele não é isento de complicações.
O botox é uma marca,

a gente chama de toxina botulínica
e tem outras marcas,

o Nabota, o Dysport, Xeomin.

E que eles servem
paralisando a musculatura,

a gente geralmente usa na região frontal,

porque são os músculos de
elevação da sobrancelha.

Às vezes, a gente consegue
até deixar a sobrancelha mais alta

relaxando essa musculatura de uma
forma estratégica, ao redor dos olhos,

os pés de galinha também,
a gente pode realizar

a toxina botulínica. O ácido hialurônico,

a gente pode fazer em várias áreas
que teve consumo ósseo,

como depende da idade do paciente,
mas a gente pode fazer na região malar,

região temporal,

pode fazer no sulco, nas dobras,
para tentar amenizar essas dobras.

Podemos usar bioestimuladores
que causam, que proporcionam

uma produção de colágeno na pele,
então melhora a textura da pele.

Isso também diminui
rugas, rugas no rosto.

E existem procedimentos cirúrgicos,

a blefaroplastia, ela vai contribuir
numa harmonização facial. A

suspensão da sobrancelha,
que pode ser tanto feita com fios

com cirurgia local,
com cirurgia por vídeo,

também ela vai proporcionar
uma harmonização facial também.

A rinoplastia, às vezes, o paciente tem um
rosto lindo e um nariz desproporcional.

Tamanho maior ou pode ser torto.
Então ele realmente pode,

a rinoplastia pode contribuir
na harmonização facial. Ou no mento,

às vezes, o paciente
tem alguma alteração no mento,

que também pode fazer
um avanço de mento,

colocar uma prótese de mento. É importante
de lembrar que o rosto tem os dentes

e a mordida do paciente interfere.

Então, se o paciente não tem uma mordida
correta, isso precisa ser corrigido.

Nessas cirurgias, ortognáticas
mudam muito o formato do rosto.

Tem quem faça,

tem até cirurgião plástico que faz

cirurgia ortognática, mas quem acaba
fazendo mais são cirurgiões

bucomaxilos que são dentistas.

A orelha também, às vezes,
pacientes com orelha de abano.

Isso pode estar meio destoante,
a posição do cabelo desse paciente,

falta um pouco de cabelo na frente,

então é possível fazer um
transplante capilar

e, às vezes, até uma maquiagem pode
contribuir para uma harmonização facial,

uma trabalhar um pouquinho
as cores, a cor do batom.

Então tudo isso contribui. O cabelo,
a cor do cabelo, um clareamento,

uma cor mais escura,
mechas mais claras,

luzes.

Então tem tudo isso pode interferir,
mas tem o grande risco dessa,

desharmonização facial,

quando o paciente acaba
pedindo mais volume

ou, às vezes, mesmo o paciente
procura um profissional não,

não tão habilitado
para aquele procedimento.

Quando

o preenchimento acabou

sendo popularizado

em outras especialidades
da área da saúde,

não sendo mais algo que
só os médicos fazem.

Então, isso é uma briga

com a sociedade médica e com a sociedade
de odontologia, farmácia, enfermagem,

outros profissionais acabam
invadindo isso e fazendo.

Então, como existe essa discussão,
acaba que

o paciente procura o mais barato
e esse barato pode sair muito caro.

Vão ter pessoas que fazem, dentistas
que têm ótimos resultados, farmacêuticos,

biomédicos e enfermeiros? Sim,
mas a grande maioria,

eles têm uma formação muito curta

para poder vender aquele serviço.
O cirurgião plástico

que faz seis anos de medicina,
dois anos de cirurgia geral,

três anos de cirurgia plástica,
mais algumas especializações,

acaba sendo o dentista que fez quatro,
cinco anos de faculdade.

E aí, tem o outro que fez quatro ou
outro que fez cada vez menos

tempo de faculdade.

O médico que fazia período integral,
o outro tem um curso só à noite,

então tem menos intimidade
com a anatomia.

E é aí, que a gente começa

a ter essa desarmonia facial, além do
aumento de risco de complicações

como infecções ou com
perda de resultado precoce,

muitas vezes, pra ser mais barato,
se usa um material de menor qualidade

ou um material, talvez um botox
com a toxina botulínica mais diluída,

então, divide mais para poder usar
e mais pacientes

vai ter um efeito menos duradouro.

Então, essa desharmonização facial
ou demonização facial

acaba estando relacionada
até essa popularização

desses procedimentos, de cosmiátricos

de preenchimento realizado
por outros outros profissionais,

não isento de resultados ruins de
colegas médicos, porque também não é

um algo que somente cirurgiões
plásticos façam.

Dermatologistas fazem

e outras especialidades
têm se aventurado por isso.

Existe uma especialidade que não é
reconhecida, que é a medicina estética,

e que as pessoas querem vender.

Então, se você vai para um,

para um profissional desse e falar
“Doutor, o que eu preciso?”

Ele vai

colocar tudo o que ele conseguir vender

para você poder realizar
e ele poder ganhar.

Então você precisa ter um
profissional que fale a verdade.

“Olha isso você precisa,
isso você não precisa.”

Se você quiser fazer esse primeiro,
vamos ver o resultado,

se você se adapta o resultado,
ele é

geralmente assim,
você precisa ver se você nunca fez.

Então, eu acho que é
importante ter essa troca,

esse contato com o profissional
que você está escolhendo

também, ficar bem

atento às condições do lugar,
ficar atento aos preços muito baixos,

essas promoções, promoção
não sei o que é só agora.

Tomem muito cuidado
porque é aí que mora o perigo.

O golpe está aí, cai quem quer, né?!

Então, acho que a gente tem
que ficar muito atento.

Quem são esses profissionais que
estão fazendo, tomar muito cuidado

e escolher quem vai fazer a
sua harmonização facial

para não te demonizar,
desharmonizar sua face.

Tá certo?! Se você gostou desse
vídeo, curta, comente, compartilhe.

Se não gostou, fale o
motivo que não gostou.

Eu tentei dar a minha posição
como cirurgião plástico.

Minha opinião, fico a disposição
para qualquer comentário que tenha

e não deixe de se inscrever no
nosso canal. Muito obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

nv-author-image

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826