Pular para o conteúdo

História e Evolução da Lipoaspiração

  • Autor:  ,
  • publicado em:

A lipoaspiração é uma técnica de remoção de gordura localizada que evoluiu significativamente ao longo das décadas. Este artigo explora a história dessa prática, desde suas primeiras tentativas até os métodos modernos e seguros usados hoje.

Lipoaspiração: Da Inovação à Técnica Moderna Segura

A lipoaspiração é uma das cirurgias estéticas mais populares no mundo. Mas como essa técnica evoluiu para se tornar tão eficaz e segura? Vamos explorar sua história desde as primeiras tentativas até os avanços revolucionários.

Primeiras Tentativas de Remoção de Gordura

A ideia de remover gordura corporal não é nova. Em 1921, o cirurgião francês Charles Dujarrier tentou remover gordura subcutânea das pernas de uma dançarina usando uma cureta uterina. Infelizmente, a operação foi um desastre, resultando na amputação de uma das pernas da paciente devido a uma lesão na artéria femoral​​.

Nos anos 1960, Schrudde realizou a extração de gordura através de pequenas incisões, mas complicações como hematomas e seromas tornaram o método pouco popular. A técnica de remoção em bloco de Pitanguy também não se tornou amplamente aceita devido às grandes cicatrizes visíveis​​.

Desenvolvimento da Lipoaspiração Moderna

A lipoaspiração moderna começou a tomar forma com os esforços de Arpad e Giorgio Fischer em Roma. Eles desenvolveram uma cânula oca e romba equipada com sucção, publicada em 1976. Essa inovação reduziu complicações como hematomas e seromas comparadas às técnicas de curetagem afiadas​​.

  • 🎯 Primeiras tentativas resultaram em complicações graves.
  • 🌍 Arpad e Giorgio Fischer revolucionaram com cânulas rombas e sucção.
  • 💉 Técnica seca inicialmente promovida por Pierre Fournier.
  • 💦 Técnica úmida de Illouz reduz trauma e sangramento.
  • 🛡️ Anestesia tumescente de Klein revolucionou a segurança da lipoaspiração.

Pierre Fournier, em Paris, foi um dos primeiros a adotar a técnica dos Fischers e promovê-la mundialmente. Ele inicialmente utilizou a “técnica seca”, sem infiltração de fluidos antes da aspiração​​ Mais tarde, Illouz, também em Paris, desenvolveu a “técnica úmida”, que envolvia a infiltração de uma solução salina hipotônica e hialuronidase para facilitar a remoção da gordura com menos trauma e sangramento

Avanços na Anestesia e Segurança

A verdadeira revolução na lipoaspiração veio com a introdução da anestesia tumescente pelo dermatologista Jeffery Klein em 1987. Esta técnica envolve a infiltração de uma solução diluída de lidocaína e epinefrina, permitindo a lipoaspiração extensiva com anestesia local, reduzindo significativamente o sangramento

Essa inovação não só tornou a lipoaspiração mais segura, mas também eliminou a necessidade de transfusões sanguíneas e monitoramento complexo de fluidos durante e após a cirurgia. Klein demonstrou que concentrações muito diluídas de lidocaína são seguras e eficazes, permitindo a remoção de grandes volumes de gordura apenas com anestesia local

Expansão e Popularização

Nos Estados Unidos, a lipoaspiração ganhou popularidade rapidamente após dermatologistas e cirurgiões plásticos visitarem a Europa para aprender as novas técnicas. Lawrence Field foi o primeiro americano a trazer essas técnicas para os EUA, seguido por outros médicos que rapidamente adotaram e ensinaram o procedimento

A American Society of Liposuction Surgery foi estabelecida e o termo “Lipo Sunction” foi cunhado por Julius Newman. Desde então, a lipoaspiração se tornou uma parte essencial do currículo de treinamento em dermatologia e outras especialidades cirúrgicas

Inovações Contínuas

Outras inovações incluem o desenvolvimento de cânulas menores e mais precisas, técnicas de ultrassom para facilitar a aspiração de gordura, e instrumentos motorizados que reduziram o esforço físico do cirurgião e aumentaram a eficiência do procedimento

Dermatologistas também expandiram as indicações para a lipoaspiração, incluindo o tratamento de lipomas, hiperidrose axilar, ginecomastia, e até condições como a doença de Cushing e o linfedema

Segurança e Efetividade

A segurança da lipoaspiração tem sido amplamente documentada. Quando realizada por dermatologistas experientes usando a técnica tumescente, a lipoaspiração é extremamente segura com poucas complicações. O uso de anestesia local em ambiente ambulatorial também tem mostrado reduzir significativamente os riscos de complicações graves

Considerações Finais

A lipoaspiração evoluiu de procedimentos arriscados e rudimentares para técnicas sofisticadas e seguras, graças a contribuições de pioneiros como os Fischers, Fournier, Illouz e Klein. Hoje, a lipoaspiração é uma das cirurgias estéticas mais comuns, oferecendo resultados eficazes e seguros para pacientes em todo o mundo.

Perguntas Frequentes

1. O que é lipoaspiração? Lipoaspiração é um procedimento cirúrgico para remover gordura de áreas específicas do corpo.

2. A lipoaspiração é segura? Sim, quando realizada por um profissional qualificado e com a técnica adequada, é segura.

3. Quais áreas podem ser tratadas com lipoaspiração? Comumente, abdômen, coxas, quadris, braços e pescoço.

4. Qual a diferença entre lipoaspiração seca e úmida? A técnica seca não usa fluidos antes da aspiração, enquanto a úmida envolve a infiltração de soluções para reduzir trauma e sangramento.

5. O que é anestesia tumescente? É uma técnica que utiliza uma solução diluída de lidocaína e epinefrina para permitir lipoaspiração com anestesia local.

6. Quem inventou a anestesia tumescente? Foi desenvolvida por Jeffery Klein, dermatologista, em 1987.

7. Quanto tempo dura a recuperação da lipoaspiração? A recuperação inicial geralmente leva uma a duas semanas, mas o inchaço pode persistir por alguns meses.

8. A lipoaspiração é dolorosa? O desconforto é geralmente controlado com anestesia local e medicações pós-operatórias.

9. Quais são os riscos da lipoaspiração? Podem incluir infecções, hematomas, seromas e assimetrias, mas são raros.

10. A lipoaspiração é uma solução para perda de peso? Não, é indicada para remodelar áreas específicas do corpo, não para perda de peso geral.

#lipoaspiração, #anestesia, #cirurgia, #lipo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Dr. Fernando Amato

Cirurgião Plástico CRM/SP 133826

Sair da versão mobile